quinta-feira, 7 de maio de 2009

Sonho: O lado escuro do caminho


Eu ando pelo caminho escuro. Ando por seu solo imperfeito, suas manchas esverdeadas, seu piso como tijolos muito gastos pelo tempo. Sua noite particular.

Eu ando pelo caminho do lado escuro, separado dos caminhos comuns que todos trilham, que sai deles e volta, como um atalho que ninguém vê. Eu evito os acidentes que não conheço, fico com medo de pisar em algo estranho ou nojento, mas não paro. Nele é difícil prosseguir, e às vezes acho que andei, mas estou no mesmo lugar. Minha respiração torna-se tão pesada que chega a parar. Angústia. Num susto, volto a respirar.

Eu ando pelo caminho à parte, que tem silêncio, onde a luz diminui, que os outros não conhecem. Temo, mas ao mesmo tempo vou com confiança, pois também é meu. Volto por ele ao lugar já conhecido de onde saí. Mas não sei quanto de mim ficou.

3 comentários:

angela disse...

quem sabe esta andando pelo caminho da vida, os olhos não servem para guiar por essa trilha. Tem coragem vc.

Antonio Bento disse...

"Ser o mesmo, isso é
a vida, não somos mais que o sonho disso" Hölderlin, "Empédocles"

Henrique disse...

Complexo!
E não foi castigo nem vingança! rsrs
Curti o blog!
abraço!