sexta-feira, 17 de setembro de 2010

dobras



Dobras vulvares
De uma rosa
Pequenas pétalas
Grandes lábios
De um beijo
No desdobrar do prazer



(edmar)
_________________
foto Paulo Tabatinga

3 comentários:

José Doutel Coroado disse...

Caro Edgar,
belíssimo poema
abs

missosso disse...

orgasmático!

angela disse...

gotículas de orvalho
deslizam suaves
das pétalas ao chão
as lágrimas da rosa
chorando paixão.