sábado, 21 de novembro de 2009

casablanca



Meus olhos em águas de te ver partir

Enevoam tua imagem na minha lembrança

Te quero amiga sem te ver sofrer

Te quero sempre sem poder te ter

Conservo teus olhos nos olhares meus

É por ti gostar que te quero embora...

Embora chore por não ter-te amar-te amor-te morrer

Nos versos do poeta triste

(Edmar Oliveira)

3 comentários:

Júlia disse...

play it again, Sam

missosso disse...

"ter-te-amar-te-amor-te-morrer", isso é de alto calibre...

Edmar Oliveira, disse...

Apenas um trocadilho.
O imortal verso de Torquato Neto é
"amar-te
a morte
morrer"