segunda-feira, 30 de agosto de 2010

o mar

(edmar)

5 comentários:

maria disse...

Mas, se a água toca minha pele quente...
Então posso sentí-lo.

Adoro o mar!

Paulo Tabatinga disse...

A imagem por tra´s do poema
é uma verdadeira onda
e o poema nasceu do mar do coração.

abraços etilica mente embriagados.

angela disse...

Ela é você

a magia da lua
as correntezas profundas
as marés
as ondas
a água
o sal
é o mar
É de mar
E d mar

José Doutel Coroado disse...

Caro edgar,
gostei!
abs

missosso disse...

o poeta está inspirado, de câmera na mão e caneta sobre as imagens, ele escreve e recita - como uma onda noturna canta e encanta!