quinta-feira, 24 de julho de 2008

A VIDA É UM JOGO DE POSSIBILIDADES E DESAPARIÇÃO

“Há pelo menos dois tipos de jogos: um poderia se chamar finito, o outro, infinito. Um jogo finito se joga para ganhar, num jogo infinito joga-se para continuar no jogo.


Uma guerra para dar fim a todas as guerras, na estratégia do jogo finito, só leva ao confronto universal.


As regras do jogo finito não podem mudar, as regras do jogo infinito devem mudar.


Jogos finitos disputam-se dentro de limites, jogos infinitos divertem-se com os limites.


Jogos finitos são sérios, jogos infinitos são brincadeira.


Jogos finitos tornam o jogador poderoso, jogos infinitos brincam com o poder.


Jogos finitos consomem o tempo, jogos infinitos geram tempo.


Os jogadores finitos buscam a vida eterna, os jogadores infinitos almejam múltiplos renascimentos.”


James P. Carse

3 comentários:

mv disse...

O Infinito tá de pé, já dizia o mestre André!
Fantástico, o texto! Obrigado pela resposta tão ampla...
Abraxas!

b. illusion disse...

legal mesmo é ganhar uma carta "saída livre da prisão", seja você banqueiro ou asceta, hahahahahaha

Dalva Maria Ferreira disse...

Hmmmm...just you wait, Mr Higgins, just you wait! Com a ajuda de são Google e just a bit of luck, eu chego lá. Jogos finitos é? Hmmm...