sábado, 5 de dezembro de 2009

as mulheres vão aonde os homens não entram: o próprio corpo

você produz profecias como quem anda

no fio do serrote

o que faria hoje com a sua morta biografia

transgressora?

tão flébil, tão engasgada de melancolia fértil

totalmente gesto

integralmente grito

a matéria não seria coisíssima nenhuma

sem o desejo

o seu desejo me agride com grosserias

você é tão passional que a tinta com que escrevo

sangra

você não me dá tempo para o sangue

secar

parece que sou um canalha ou que fui um covarde

enquanto você se queima em praça pública

para me aquecer

você fala demais, deixa abertas todas as possibilidades

muda de freqüência, descreve detalhes vergonhosos

dirige o seu carro de vidros escuros como louca

para o abismo

você permanece insuportável e me deixa confuso

a supor que mente o dito no vivido

e vice-versa

ou quando chama as deusas de biscates

você me deixa excitado com o ridículo e me comove

com o desprezível

você no fio suspenso me sacode de pavor e delírio

desequilibrista do contratempo que vai

da radical mitomania das palavras

à matriz poética da prosa

e nunca cai

não por inteiro

mas por não ter um norte, um porto seguro

não ter chão deve ser um incômodo para todos

menos para você

10 comentários:

Lídia Borges disse...

Assim, não é fácil o amor!

L.B.

missosso disse...

o amor só é fácil quando tira férias, tks lídia

missosso disse...

mas aí, quando o amor tira férias, é a ausência dele que fica difícil.

angela disse...

Assim...amor sempre vai rimar com dor.
Denso!
Tem um selo para você no meu blogue, vamos ver se pega dessa vez.
abraços

Anônimo disse...

well, at least it´s not at all boring.

Anônimo disse...

não gostei desse "not at all", que coisa horrosa, vamos corrigir!
At leat it´s not boring! ficou melhor?

Anônimo disse...

holy cow! wonder what horrosa means...rsrsrs

Dalva M. Ferreira disse...

Sou chique, benhê. E você me fez lembrar o Sonet D'arvers, quando o poeta diz: "Elle dira, lisant ces vers tout remplis d’elle
"Quelle est donc cette femme ?" et ne comprendra pas." Quem será essa vac...pessoa?!

missosso disse...

melhor que tudo são os comentários, manda!

silvia calçada disse...

Você dominou definivamente essa linguagem. É um dos blogs mais agradáveis que já visitei. E é forte. Chega a ser contundente, mas muito lindo.
SC