terça-feira, 1 de dezembro de 2009

a menor verdade é a realidade


o discurso do poder
sacrifica diariamente o desejável
no altar do possível
estiola a poesia em nome
do lugar comum
(até porque sonhar
é uma coisa muito outra)

ideologia
costura feita sem linha
sobre um pano invisível
de maneira a sentar os poucos
na cabeça dos muitos
(a culpa é minha,
ponho onde quiser)

o jogo cínico é cênico
quem não lê a cena
na cena
é hoje um analfabeto digital
(vamos abrir bandas largas
nos corações e mentes, plis)

não é a sociedade que faz
o espetáculo
é antes a cena que cria
espectadores

6 comentários:

angela disse...

E a gente se perde nesse olhar, nesse assistir.

missosso disse...

às vezes só sendo autista para não ser feito de palhaço, companheira!

Dalva M. Ferreira disse...

Sonhar exige prática e insistência, mon ami. Quem quiser falar com deus vai ter que beijar a mão...

Anônimo disse...

mas de quem, palomita mia?

mauverde disse...

Não sei, bro, às vezes acho que isso é o melhor possível dentro do contexto, às vezes me quedo meio conformado, e outras tantas também fico meio triste por uma potência que não se realiza, não só aqui, mas em todo lugar, na China, na Arábia, no Distrito 9. O mundo termina sendo um imenso Distrito 9. às vezes.

missosso disse...

distrito 9 é um filme ducarae!!!!