quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Toilet as a stronghold of philosophic reflection



I shall rot the kernel of truth
of that I am sure
divine purpose’s so populated
with superstition’n rumor

I despised hell and heaven
vomiting their entire bowels
into the toilet of infinite chaos
(harm done by psychoactive wisdom)

I will pay for awesome sins
not through any violence
nor even a Women’s Visionary Council
but by bad karma
that returns to roost

Ain’t nothing to do
except
waiting for it to arrive

Ain’t any better to do but
open up
a can of whoopass for you and me

-----------------------------------
O banheiro é o bastião da reflexão filosófica

Vou corromper a essência da verdade
disso estou certo e seguro
divinos desígnios são por demais populados
de superstição e rumor

Desprezei céus e infernos
vomitando suas tripas
na privada do infinito caos
(seqüelas de sabedoria psicoativa)

Pagarei por horrendos pecados
não pela violência
nem por um Conselho das Mulheres Visionárias
mas pelo mau karma
que retorna e manda

Nada a fazer a não ser
esperar
que chegue

Nada melhor do que
abrir
uma caixa de infortúnios pra você e eu

4 comentários:

Boétie disse...

as pessoas se violentam onde nem sabem

Anônimo disse...

an excelent place!

angela disse...

Que mal estar!
Um pouco de condescendência é mal?

missosso disse...

a violência é a flor da nossa ignorância, medra feroz no coração das cotidianas trevas em que andamos.